Os pilares da Atenção Primária

Linha de cuidado que prioriza o acompanhamento da saúde da pessoa ao longo da vida, a Atenção Primária é o elo que conecta os melhores sistemas de saúde do mundo. Conheça agora mais de sua linha de pensamento e os pilares deste modelo de atendimento à saúde.

A atenção primária à saúde é a ponte que conecta as pessoas ao sistema de saúde e tem como objetivo primordial ser o primeiro contato entre paciente e sistema de saúde sempre que houver uma necessidade.

Parte de sua base é conhecer o indivíduo por inteiro, nos aspectos físicos, sociais e psicológicos, fazendo com que essa pessoa tenha uma equipe de saúde de referência e confiança para resolver suas questões de saúde de maneira rápida e assertiva.

A ideia é identificar as necessidades de saúde reais e potenciais das pessoas para otimizar a saúde individual e coletiva, por meio de ações direcionadas que evitam o excesso de exames e procedimentos que podem causar danos desnecessários à saúde.

A atenção primária possui alguns atributos essenciais para que o cuidado aconteça com excelência e alcance seu potencial de efetividade: de 85 a 90% dos problemas mais relatados em consultas médicas.

Os quatro pilares da Atenção Primária:

Para nortear os profissionais da Atenção Primária, foram definidos quatro pilares centrais de cuidado. É importante lembrarmos que boa parte da eficácia da Atenção Primária à Saúde se deve ao fato de que o acompanhamento de saúde é realizado de forma que medidas de prevenção e promoção de saúde são realizadas antes mesmo de algo grave ocorrer.

Sendo assim, a APS (Atenção Primária à Saúde) pode ser acessada sem que haja algum problema de saúde aparente, já que ela busca não apenas tratar pessoas doentes, mas sim traçar objetivos relacionados a saúde e prevenir questões relacionadas a saúde física e mental.

Conheça agora os quatro pilares da APS:

Primeiro Pilar: Acesso
Primeiro Pilar: Acesso

Primeiro acesso aos serviços de saúde

Um dos primeiros pontos e diferenciais de outros serviços de saúde, é que a atenção primária serve como a porta de entrada dos usuários ao sistema de saúde, e esse acesso acontece de forma facilitada.

Nesta modalidade, incentivamos o fácil contato da pessoa acompanhada com a equipe de saúde, além de levarmos em conta a distribuição geográfica (encontrar unidades de saúde que seja perto da casa ou do trabalho da pessoa acompanhada, por exemplo), e aplicando regras e horários flexíveis, assim permitindo que as pessoas consigam manter seu acompanhamento de saúde, independente da realidade que vivem no momento.

Sabe quando você procura um serviço e você nunca consegue vaga no seu horário disponível ou não consegue contato com o profissional que te acompanha? Ou quando os remédios acabam e você só consegue encontrar uma consulta disponível no mês seguinte?

Isso não acontece na atenção primária, pois o acesso facilitado rompe tais barreiras burocráticas e exclusivas.

Segundo Pilar: Longitudinalidade
Segundo Pilar: Longitudinalidade

Longitudinalidade

O atributo de longitudinalidade corresponde ao acompanhamento de saúde ao longo do tempo por uma equipe de saúde de maneira regular. Essa equipe passa a conhecer suas muitas histórias: de saúde, pessoal, familiar e profissional.

Com o vínculo, um laço interpessoal que reflete na cooperação entre pessoas e os profissionais de saúde é criado, tornando  o cuidado mais assertivo e efetivo. Esse cuidado ao longo do tempo lembra os antigos médicos que realizavam o acompanhamento de saúde para a família toda.

Essa é uma das prioridades da Atenção Primária: realizar o acompanhamento de saúde durante toda a vida da pessoa, formando uma equipe de referência, que a guiará independente da pessoa ter ou não um problema de saúde.

Pela especialidade dos profissionais que trabalham nesse nível de atenção à saúde, é possível que a equipe cuide de todo mundo da família, independente da idade ou estágio da vida: a equipe está preparada para atender a grávida durante o pré-natal, as crianças crescidas, adolescentes, idosos e todos mais, continuando a acompanhar o novo membro desta família durante toda a vida.

Terceiro Pilar: Integralidade
Terceiro Pilar: Integralidade

Integralidade

Quantas vezes não ouvimos dizer que a pessoa tem gastrite de tanto nervoso? Ou que está ansiosa pelo trabalho ou pelas relações familiares? Que está triste e com dores pelo corpo que não sabe explicar? A pessoa é uma só, tudo que a envolve precisa ser considerado.

Na atenção primária, o cuidado acontece com integralidade, e isso significa que a pessoa é cuidada por inteiro, levando em conta todos os aspectos de sua vida: não só o físico, como também o social e psicológico.

Nessa abordagem, levamos em conta também o ambiente em que se vive e trabalha. A saúde é entendida de maneira completa e determinada pelas relações que acontecem durante a vida: seja no trabalho, com a família ou relacionadas a moradia.

Além disso, na Atenção Primária, a integralidade é entendida como a possibilidade de acompanhar, tratar e recuperar a saúde das pessoas acompanhadas: se, por exemplo, existe alguma necessidade nova após uma internação hospitalar, a equipe pode visitar a pessoa no hospital, entender quais são as novidades de cuidado e acrescentá-las nos acompanhamentos feitos até este momento.

Quatro Pilar: Coordenação do Cuidado
Quatro Pilar: Coordenação do Cuidado

Coordenação do Cuidado

A coordenação do cuidado é uma forma de organizar e garantir que o acompanhamento da pessoa seja contínuo, independente se este está acontecendo unicamente com a equipe de atenção primária ou na rede secundária.

Os profissionais podem se apoiar em recursos tecnológicos como o prontuário eletrônico, contendo dados de saúde pertinentes e ferramentas que possibilitam o acompanhamento da evolução dos problemas e necessidades de saúde de cada um.

A coordenação do cuidado pode ser realizada com o envio de uma mensagem, uma ligação ou uma consulta presencial.

Pode ser para lembrar a pessoa de agendar a consulta, para avaliar como tem sido a adesão ou efeitos colaterais com uso de um tratamento prescrito. São inúmeras formas que a equipe de atenção primária personaliza para cada pessoa, para cada família, para que seja garantido o acompanhamento de saúde.

Agora que você já sabe como funciona Atenção Primária, que tal levar ela até os colaboradores de sua empresa? Conheça mais sobre a Cuidas, a única healthtech especializada em levar a Atenção Primária até seu local de trabalho!

Wesley Satu da Silva

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.