A importância do autocuidado para uma rotina mais saudável

Atualmente, com a pandemia, fomos percebendo a real importância do autocuidado. Antes de mais nada, é importante ressaltar que o autocuidado não está diretamente relacionado à práticas de estética, mas sim, à hábitos de saúde, que têm o poder de impactar diretamente a nossa qualidade de vida. 

Nesse sentido, o autocuidado se relaciona diretamente com o nosso bem estar e à saúde. A partir do momento em que criamos hábitos rotineiros que promovem esse cuidado e atenção com nós mesmos, percebemos uma grande melhora em nossa saúde física e mental. 

Principais benefícios em praticar o autocuidado

Ao incluir práticas de autocuidado em nossas rotinas, começamos a  perceber de maneira integral, quem realmente somos, o que sentimos e como podemos melhorar questões necessárias em nossas vidas. 

Ao agir desta maneira, conseguimos entender melhor os sinais que o nosso corpo nos envia, e dessa forma, somos capazes de controlar e amenizar sintomas que muitas vezes nos causam ansiedade e depressão, por exemplo. 

Autocuidado é impor limites

Apesar disso, há quem pense que reservar um tempo para cuidar de si é egoísmo. De maneira objetiva, egoísmo é quando colocamos interesses ou opiniões em primeiro lugar, em detrimento do bem estar das pessoas com as quais nos relacionamos. Enquanto o autocuidado é cuidar de si, focando no seu bem estar. 

Assim, muitas vezes nos vemos em situações onde é muito difícil dizer não. Isso acontece por sentirmos medo e receio em sermos interpretadas de maneira mal-educada ou antipática. Dessa maneira, sempre acabamos “dando um jeito” de encaixar aquela tarefa ou favor extra em nossa rotina.

No entanto, quando isso acontece e começa a “ferir” o tempo que havia sido reservado para nós (meditar, fazer um exercício, preparar uma refeição, ou dormir, por exemplo) é um grande sinal que merece atenção. Agindo assim, você está se deixando em segundo plano e, ainda mais nos dias de hoje, essa negligência pode nos gerar sérios efeitos colaterais. 

Por mais que possa parecer bem desafiador impor esses limites no começo, garanto que no longo prazo, isso vai valer muito a pena!

Os tipos de autocuidado

Existem quatro tipos de autocuidado, são eles: 

Físico

Este tipo de autocuidado está diretamente relacionado ao nosso cuidado com o corpo. Nele podemos incluir atividades físicas, ter uma alimentação mais balanceada e saudável e melhora na qualidade do nosso sono.

Emocional

Autoconhecimento e a busca por estar conectado com suas emoções são dois grandes exemplos de autocuidado emocional. Neste âmbito, é interessante ter a ajuda de um profissional que possa nos ajudar e orientar de maneira mais assertiva, como um psicólogo. 

Social

Já dizia Aristóteles, que o homem é um ser social. Ou seja, para a nossa existência é muito importante fomentar e cultivar essa esfera em nossas vidas, pois estas geram impactos altamente positivos. Em tempos de pandemia, ser um “ser social” tem sido um grande desafio, e não é à toa que grande parte dos efeitos emocionais que sentimos, ocorrem em decorrência desta falta. 

Espiritual

Manter uma rotina espiritual não está necessariamente ligada à alguma prática religiosa. Para isso, você pode e deve adaptar esta vertente ao que você acredita e se sente bem. A ideia do autocuidado espiritual é promover alguma prática que seja capaz de conectar o seu “corpo e alma”. Estas práticas podem incluir meditações, orações, maior contato com a natureza e com o que mais você acreditar que te faz bem. 

Autocuidado na prática

Preparamos um material mais do que especial, junto ao nosso time de saúde. Assim você tem as informações necessárias e insumos para poder praticar e implementar o autocuidado em sua rotina diária. 

Acesse o link, e faça o download do material. Depois conta para nós o que achou, e se já conseguiu implementar? Estamos animados para saber! 

Autocuidado e saúde integral

Para nós da Cuidas, que trabalhamos com a Atenção Primária, olhar a saúde de maneira integral é um dos principais objetivos que temos. Afinal, nosso cuidado é feito de forma preventiva, e não reativa. 

Conheça os pilares da Atenção Primária

Isso quer dizer que temos a nossa equipe de saúde pronta para te auxiliar e acompanhar as mais diversas questões. Sejam elas físicas, psicológicas, sociais ou emocionais. 

Em suma, não hesite em procurar a nossa equipe de saúde quando achar necessário. Preze pelo seu bem estar e saúde sempre! Estamos aqui para te ajudar no que for preciso. 

Aproveite e assista ao bate-papo sobre autocuidado, que aconteceu com a nossa equipe de saúde.

Mariana Pedrone

Mariana Pedrone é Analista de Conteúdo Sênior na Cuidas

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.